quinta-feira, 10 de Janeiro de 2013

VIDA A BORDO


Já imaginaste como seria uma viagem numa frágil caravela perdida na imensidade dos oceanos na procura de novas terras?

 As instalações eram reduzidas para o número elevado de tripulantes e passageiros sendo as viagens mais penosas por falta de um mínimo de conforto.

Tornavam-se longos os meses e os dias no alto mar quando os marinheiros apenas viam água e o navio avançava lentamente para o desconhecido…

Para além das tarefas que ocupavam o dia a dia do marinheiro, quando os perigos de uma tempestade pareciam adormecidos cumpriam-se os deveres religiosos, assistindo à missa e participando na procissão organizada conforme o calendário religiosos. Quando a tormenta ameaçava, os ventos rugiam, o navio baloiçava ao sabor impetuoso das vagas, era preciso pedir o auxilio divino já que a morte parecia espreitar a todo o momento.

Porém, quando o cenário se modificava e à tempestade se seguia a acalmia as tripulações ocupavam parte do seu tempo nos ensaios e representações teatrais. Outra das grandes distracções a bordo eram jogos de sorte ou azar. Proibidos pelos regulamentos de bordo, numa tentativa de evitar discussões e distúrbios, eram todavia uma prática corrente. (..)

A alimentação das tripulações era complicada. A quantidade dos alimentos que o navio levava era calculada de acordo com a duração da viagem o número de pessoas a bordo. Os tripulantes tinham uma distribuição diária assegurada de biscoito, água e vinho. A carne, o peixe, os frutos secos ou frescos e o queijo também faziam parte da alimentação.



As refeições quentes não eram frequentes, faltava a bordo um cozinheiro e uma caldeira comum.


Quando as viagens  e prolongavam e não era possível o abastecimento, os alimentos faltavam e muitas vezes eram comidos deteriorados. (…) Com uma alimentação tão precária a que faltavam as verduras e os frutos frescos, não admira que as tripulações fossem atingidas pela doença. O escorbuto, doença provocada pela falta de vitaminas provocou um número muito elevado de vítimas entre os marinheiros.
Rui Abreu, “Saúde e doença nas naus” in A viagem que mudou o Mundo

quinta-feira, 6 de Dezembro de 2012


A PEDRA DE ROSETA

Estela  de basalto negro que foi descoberta em 1799 por um oficial da campanha de Napoleão Bonaparte no Egito, quando se fazia o levantamento de uma fortaleza junto de Roseta ( a 70 quilometros de Alexandria). Contém um texto, datado de 196 a. C., escrito em grego, demótico e caracteres hieroglíficos. O estudo destas inscrições, levado a cabo por Champollion, produziu resultados fundamentais para a decifração dos hieróglifos egípcios. A Pedra de Roseta encontra-se atualmente no Museu Britânico, em Londres.

Pedra de Roseta. In Infopédia [Em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2012. [Consult. 2012-12-06].
Disponível na www: http://www.infopedia.pt/$pedra-de-roseta


domingo, 29 de Abril de 2012

DIA D - 6 Junho 1944

"O Resgate do Soldado Ryan" é um excelente filme, de Steven Spielberg, sobre o desembarque das tropas aliadas na Normandia, durante a 2ª Guerra Mundial.

video
A não perder...

quarta-feira, 25 de Abril de 2012

O fim da 2ª Guerra Mundial ou o início de uma nova era ?

video
No dia 6 de Agosto de 1945 foi lançada a primeira bomba atómica sobre a cidade de Hiroxima, no Japão. Três dias depois uma segunda bomba foi lançada sobre Nagasaki. No dia 15 de Agosto o Japão rendeu-se a e 2ª Guerra Mundial chegava ao fim.  Contudo, uma nova era começava...

segunda-feira, 19 de Março de 2012

O ditador que ainda pensava que o era ...

Quando Salazar morreu, em 1970, ainda pensava que era Presidente do Conselho... apesar de estar afastado desde 1968, por razões de saúde e de ter sido substituído por Marcello Caetano !
Este video da RTP mostra a última aparição pública de Salazar, já muito debilitado mas convencido que ainda governa a Nação !

video

segunda-feira, 5 de Março de 2012

O GLADIADOR - FILME A NÃO PERDER

Filme de época ilustrando o modo de vida romano, nomeadamente o que significava ser gladiador . A não perder !

video

TEATRO ROMANO DE LISBOA

Video do Canal História sobre as ruínas do Teatro Romano de Lisboa

video